ESPIRITISMO: CIENCIA? FILOSOFIA OU RELIGIÃO?

Publicado: junho 9, 2008 em ARTIGOS, CIÊNCIA DA RELIGIÃO, ESPIRITISMO, RELIGIÃO

Mas o que é o espiritismo? É ciência como querem alguns? É filosofia ou Religião?
Seu fundador codificou o espiritismo em cinco livros: O livro dos Espíritos (1857), O livro dos Médiuns(1859), O Evangelho Segundo o espiritismo (1863), O céu e o inferno (1865) e a Gênese (1863).
Sua origem data do século XIX, época em que o então professor e pedagogo Hippolyte Léon Denizard Rivail, adotando o pseudônimo de Allan Kardec, concentrou em cinco obras básicas ensinamentos colhidos a partir dos depoimentos de várias pessoas tidas como tendo a faculdade de se comunicar com os chamados “mortos” em vários países, os quais foram atribuídos aos espíritos superiores também denominados espíritos mais evoluídos.
O Espiritismo defende a interação incessante dos seres espirituais, os quais são denominados desencarnados na vida cotidiana e procura expor uma explicação racional comprovável por estudos científicos para diversos fenômenos paranormais, desde a existência e comunicação com os espíritos até a existência de Deus.
O termo espiritismo (do fr. “espiritisme”) surgiu como um neologismo, mais precisamente um “porte-manteau”, criado pelo pedagogo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, sob o pseudônimo de “Allan Kardec”, para nomear especificamente o corpo de idéias por ele sistematizadas inicialmente em “O Livro dos Espíritos” (1857). Contudo, a utilização de raízes oriundas da língua viva para compor a palavra (“spirit”: espírito + “isme”: doutrina), que, se por um lado foi um expediente a que Kardec recorreu para facilitar a difusão do novo conjunto de idéias, por outro fez com que o termo fosse rapidamente incorporado ao uso cotidiano para designar tudo o que dizia respeito à comunicação com os espíritos. Assim, por espiritismo, muitos entendem hoje as várias doutrinas religiosas e/ou filosóficas que crêem na sobrevivência do espírito à morte do corpo, e, principalmente, na possibilidade de se comunicar ordinariamente com ele.
A base filosófica para o Espiritismo é o Livro dos Espíritos, o primeiro livro das obras básicas da doutrina dos espíritos. Neste livro, estão inseridas perguntas desenvolvidas por Kardec que teriam sido respondidas pelos espíritos em sessões mediúnicas com técnicas diversificadas de psicografia. Essas questões, numeradas de 1 a 1019, serviram como base para os demais livros.
Com a ajuda de teorias sobre o magnetismo oriundas da época da Revolução Francesa, foram desenvolvidas teorias para a causa dos efeitos paranormais que provocavam o movimento das mesas girantes.
A doutrina tem inspiração cristã, com base filosófica positivista, com concepções teológicas bem diferenciadas no que diz respeito à divindade, à humanidade, salvação, graça e destino. Um elemento fundamental é a crença na reencarnação.
O espiritismo, de um modo geral, fundamenta-se nos seguintes pontos:
o homem é um espírito temporariamente ligado a um corpo (para Kardek esta ligação é feita através de um interface que denomina de perispírito, um envoltório semimaterial que o vulgo denomina como “fantasma”);
a alma é o espírito enquanto se encontra ligado ao corpo;
o espírito, compreendido como individualidade inteligente da Criação, é imortal;
a reencarnação é o processo natural de aperfeiçoamento dos espíritos; o aperfeiçoamento, através das reencarnações (vidas sucessivas), está ligado a uma “Lei de Causa e Efeito”, segundo a qual recebemos na medida do que causamos (bondade e/ou maldade); os espíritos encarnados (“vivos”) e os espíritos desencarnados (“mortos”) podem se comunicar entre si através da mediunidade (em língua inglesa também “channeling”); a Terra não é o único planeta com vida inteligente (pluralidade dos mundos habitados)

1 – ORIGEM

1.1 – Primeiras observações
Os espíritas adotaram como oficial a data de 31 de março de 1848 como o início das manifestações espirituais mais difundidas ao ponto de merecer um estudo mais apurado. Entretanto, segundo a visão dos seguidores da doutrina espírita, fatos e acontecimentos envolvendo espíritos (personalidades sem corpos físicos) existem desde sempre.
Os espíritas citam como exemplo os comentários de Sócrates e Platão ao falarem sobre os “daimons”, os de Moisés, que proibiu as comunicações mediúnicas usadas para diversão, os de Jesus, que os disciplinou para o bem, e os contidos na obras da codificação espírita, organizadas por Allan Kardec.
Segundo os espíritas, as primeiras manifestações inteligentes aconteceram por meio de mesas se lavantando e batendo, com um dos pés, um número determinado de pancadas e respondendo desse modo sim ou não, segundo fora convencionado, a uma questão proposta. Kardec concluiu que não havia nada de convincente neste método para os céticos, porque se podia acreditar num efeito da eletricidade até então desconhecido pela ciência. Foram então utilizados métodos para se obter respostas mais desenvolvidas por meio das letras do alfabeto: o objeto móvel, batendo um número de vezes correspondente ao número de ordem de cada letra, chegava a formular palavras e frases respondendo às perguntas propostas. A precisão das respostas e sua correlação com a pergunta causaram espanto na época. O ser misterioso que assim respondia, quando interrogado sobre sua natureza, declarou que era um Espírito ou gênio, deu o seu nome e forneceu diversas informações a seu respeito.
HISTÓRIA

Os fenômenos mediúnicos são registrados em todas os lugares e épocas da História, desde a Antiguidade, sob diversas formas. Como exemplo refere-se: a prática ancestral de culto aos antepassados, venerando-os ou rendendo-lhes homenagens por meio de diversos rituais; na cultura judaico-cristã encontram-se registrados no Antigo Testamento, nomeadamente a proibição de Moisés à prática da “consulta aos mortos” (evidência da crença judaica nessa possibilidade, uma vez que não se proíbe aquilo que não é praticado) (argumentação espírita), e, no Novo Testamento, a comunicação de Jesus com Moisés e Elias no Monte Tabor (Mt, 17:1-9) (argumentação espírita).
Na cultura da Grécia Antiga, a crença em que as almas dos mortos habitavam o submundo e que era possível entrar em contacto com eles, cuja referência mais conhecida encontra-se na Odisséia. Ali Homero narra que Odisseu (Ulisses), rei de Ítaca realiza um ritual conforme indicações da feiticeira Circe, logrando conversar com as almas de sua mãe e dos seus companheiros, que haviam soçobrado durante a Guerra de Tróia. Em época posterior, registram-se os comentários de Platão sobre o “dáimon” ou gênio que acompanharia Sócrates.
Os povos Celtas acreditavam que os espíritos regressavam ao mundo dos vivos em certas ocasiões (“Samhain”), crença essa que se encontra na origem das populares festas de “halloween”.
na Idade Média, a persistência popular de crenças em superstições e amuletos para obter proteção.
Na Idade Moderna, as narrativas sobre fantasmas e assombração de locais, ilustrada, por exemplo, pela peça de teatro Hamlet, em que o dramaturgo inglês William Shakespeare apresenta o fantasma do rei assassinado demandando vingança ao protagonista, seu filho.
Os xamãs dos povos “primitivos” da Ásia e Oceania, também afirmam ter o dom de comunicação com o além. Entre a população nativa americana, apenas o xamã (feiticeiro) tinha o poder de comunicar com os deuses e espíritos, fazendo a mediação entre eles e os mortais. A principal função do xamã era a de assegurar a ajuda do mundo dos espíritos, incluindo o Espírito Supremo, para benefício da comunidade. Tal como os xamãs, os curandeiros na América Latina, são capazes de aceder ao mundo dos espíritos. A actuação a este nível, envolve não só o uso de orações, mas também a consulta de guias espirituais ou espíritos superiores.
Atualmente é comum adotar-se a data de 31 de março de 1848, início do fenômeno das Irmãs Fox, como marco inicial das modernas manifestações mediúnicas, quando se inicia uma fase de manifestações mais ostensivas e freqüentes do que jamais ocorrera, particularmente nos Estados Unidos da América e na Europa, o que levou muitos pesquisadores a se debruçarem sobre tais fenômenos.
Entre esses pesquisadores destacou-se o professor Hippolyte Léon Denizard Rivail, que mais tarde, sob o pseudônimo de Allan Kardec, com base em uma série de relatos psicografados, publicou O Livro dos Espíritos.

ESPIRITISMO KARDECISTA
Allan Kardec (1804-1869), o codificador da doutrina espírita.
A expressão, criada no Brasil, refere-se à Doutrina espírita, codificada por Allan Kardec e, assim como o neologismo “Kardecismo”, é vivamente repudiada por adeptos mais ortodoxos da doutrina[4].
As expressões nasceram da necessidade de alguns em distinguir o “Espiritismo” (como originalmente definido por Kardec) dos cultos afro-brasileiros, como a Umbanda. Estes últimos, discriminados e perseguidos em vários momentos da história recente do Brasil, passaram a se auto-intitular espíritas (em determinado momento com o apoio da Federação Espírita Brasileira), num anseio por legitimar e consolidar este movimento religioso, devido à proximidade existente entre certos conceitos e práticas destas doutrinas. Seguidores mais ortodoxos de Kardec, entretanto, não gostaram de ver a sua prática associada aos cultos afro-brasileiros, surgindo assim o termo “espírita kardecista” para distinguí-los dos que passaram a ser denominados como “espíritas umbandistas”.
Alguns adeptos de Kardec entendem que o espiritismo, como corpo doutrinário, é um só – aquele que foi codificado por Allan Kardec – o que tornaria redundante o uso do termo “espiritismo kardecista”. Assim, ao seguirem estritamente os ensinamentos codificados por Kardec nas obras básicas, sem a interferência de qualquer outra linha de pensamento que não tenha sido a codificada, ou ao menos prevista pelo mesmo, denominam-se simplesmente “espíritas”, sem o complemento “kardecista”. Em complemento, alegam que o espiritismo, em sua essência, não se liga à figura única de um homem, como ocorre com o cristianismo e o budismo, e a uma coletividade de espíritos que manifestaram através de diversos médiuns.
Históricamente, no Brasil, existiram ainda conflitos entre “kardecistas” e “roustainguistas”, consoante a admissão ou não dos postulados da obra “Os Quatro Evangelhos”, de Jean-Baptiste Roustaing, nomeadamente acerca da natureza do corpo de Jesus.

2 – PRECEITOS BÁSICOS

Segundo os espíritas, existem alguns preceitos básicos do espiritismo:
Deus é a inteligência suprema, causa primeira de todas as coisas. é eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom.
O Universo é criação de Deus. Abrange todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imateriais.
Além do mundo corporal, habitação dos Espíritos encarnados, que são os homens, existe o mundo espiritual, habitação dos Espíritos desencarnados.
No Universo há outros mundos habitados, com seres de diferentes graus de evolução: iguais, mais evoluídos e menos evoluídos que os humanos.
Todas as leis da Natureza são leis divinas, pois que Deus é o seu autor. Abrangem tanto as leis físicas como as leis morais.
O ser humano é um Espírito encarnado em um corpo material. O perispírito é o corpo semimaterial que une o Espírito ao corpo material.
Os Espíritos são os seres inteligentes da criação. Constituem o mundo dos Espíritos, que preexiste e sobrevive a tudo. Os Espíritos são criados simples e ignorantes. Evoluem, intelectual e moralmente, passando de uma ordem inferior para outra mais elevada, até a atingir a perfeição, onde gozam de inalterável felicidade.
Os Espíritos preservam sua individualidade, antes, durante e depois de cada encarnação.
Os Espíritos reencarnam tantas vezes quantas forem necessárias ao seu próprio aprimoramento. Os Espíritos evoluem sempre. Em suas múltiplas existências corpóreas podem estacionar, mas nunca regridem. A rapidez do seu progresso intelectual e moral depende dos esforços que façam para chegar à perfeição.
Os Espíritos pertencem a diferentes ordens, conforme o grau de perfeição que tenham alcançado: Espíritos Puros, que atingiram a perfeição máxima; Bons Espíritos, nos quais o desejo do bem é o que predomina; Espíritos Imperfeitos, caracterizados pela ignorância, pelo desejo do mal e pelas paixões inferiores.
As relações dos Espíritos com os homens são constantes e sempre existiram. Os bons Espíritos nos atraem para o bem, sustentam-nos nas provas da vida e nos ajudam a suportá-las com coragem e resignação. Os imperfeitos nos induzem ao erro. O homem tem o livre-arbítrio para agir, mas responde pelas conseqüências de suas ações.
A vida futura reserva aos homens penas e gozos compatíveis com o procedimento de respeito ou não à Lei de Deus. A prece é um ato de adoração a Deus. Está na lei natural e é o resultado de um sentimento inato no homem, assim como é inata a idéia da existência do Criador. A prece torna melhor o homem.

3 – PRÁTICA ESPÍRITA

Para os espíritas existem alguns preceitos referentes à prática da doutrina:
1 – Toda a prática espírita é gratuita, como orienta o princípio moral do Evangelho: Dai de graça o que de graça recebestes. A prática espírita é realizada com simplicidade, sem nenhum culto exterior, dentro do princípio cristão de que Deus deve ser adorado em espírito e verdade.
2 – O Espiritismo não tem sacerdotes e não adota e nem usa em suas reuniões e em suas práticas: altares, imagens, andores, velas, procissões, sacramentos, concessões de indulgência, paramentos, bebidas alcoólicas ou alucinógenas, incenso, fumo, talismãs, amuletos, horóscopos, cartomancia, pirâmides, cristais ou quaisquer outros objetos, rituais ou formas de culto exterior.
3 – O Espiritismo não impõe os seus princípios, expõe. Convida os interessados em conhecê-lo a submeterem os seus ensinos ao crivo da razão, antes de aceitá-los.
4 – A mediunidade, que permite a comunicação dos Espíritos com os homens, é uma faculdade que muitas pessoas trazem consigo ao nascer, independentemente da religião ou da diretriz doutrinária de vida que adotem.
5 – A prática mediúnica espírita só é aquela que é exercida com base nos princípios da Doutrina Espírita e dentro da moral cristã.
6 – O Espiritismo respeita todas as religiões e doutrinas, valoriza todos os esforços para a prática do bem e trabalha pela confraternização e pela paz entre todos os povos e entre todos os homens, independentemente de sua raça, cor da pele, nacionalidade, crença, nível cultural ou social.
7 – Reconhece, ainda, que o verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça, de amor e de caridade, na sua maior pureza.

4 – REUNIÕES E COMPORTAMENTOS EM REUNIÕES ESPÍRITAS

No mínimo um dia por semana, são realizadas reuniões abertas à comunidade em Centros Espíritas:
As reuniões são abertas para todos os interessados ou freqüentadores assíduos;
• Não são adotados símbolos, imagens, acessórios ou qualquer ritual típico de religiões dogmáticas; Os únicos ítens que são utilizados são um aparelho sonoro, onde é reproduzida uma música relaxante e lido um trecho do livro “O Evangelho Segundo o Espiritismo”;
• Todos os participantes são orientados a ficar em silêncio ou falar em tom de voz moderado para que ocorra uma harmonização do ambiente. Uma reunião semanal é iniciada pontualmente:
• O representante da associação (em geral o Presidente) inicia com as boas vindas aos participantes, faz os comunicados de interesse dos associados e declara aberta a reunião com uma prece; Após a prece, um palestrante lê um trecho do livro “O Evangelho Segundo o Espiritismo” e faz uma breve explanação sobre o ponto abordado.
• Os frequentadores assistem a uma palestra proferida que tem como base os fundamentos doutrinários da doutrina espírita; Após a palestra, o médium ou dirigente experiente passa a atividade denominada por fluidoterapia ou tratamento através de fluidos ou passe para quem desejar.
• Os chamados médiuns tarefeiros da casa são convidados a aplicar passes através da imposição de mãos sobre a cabeça do assistido, em uma sala reservada para tal, seguindo uma voz de comando do orador que dita orientações de autocontrole pessoal, otimismo, entre outros. Segue então às vibrações coletivas, onde uma voz de comando pede aos participantes vibrarem ou terem bons pensamentos a favor de pessoas carentes, doentes, países em guerra, pelo planeta, pelos familiares, etc.;
• Ao final da reunião pública, os participantes são convidados ao se retirarem beber um copo de água ou chá que teria recebido um tratamento energético dos espíritos superiores (fluidoterapia);                                             

Anúncios
comentários
  1. francisco sales filho disse:

    quando se fale no criador de todo o universo, estamos falando do espiritismo;o comentário que acabo de ler é maravilhoso,merece os meus parabens;a humanidade sofreria menos, aproveitando os ensinamentos valorativos da coodificação espírita, com menos doenças e renovações de pensamentos de nosso dia-a-dia, que são encontrados na doutrina.

  2. Anuar Jorge Miziara Filho disse:

    Ainda não tinha encontrado na WEB, uma matéria sobre Espiritismo que fosse escrita com a seriedade e respeito que merece. Encontrei. Porém, devo fazer algumas observações que seriam bastante pertinentes:
    * Não existe no espiritismo adeptos ortodoxos. Uma vez que temos livre-arbítrio. E sendo realmente espiríta, cada qual deverá ser paciente com aqueles, caso não conseguiu ainda entender a verdadeira mensagem da doutrina ao homem.
    * No ítem História, não entendi porque o Autor da matéria, após referência bíblica a qual mostra claramente a comunicação de “vivos” com os “mortos”, coloca em destaque a frase “argumentação espírita”, sendo a referência isenta de dupla-interpretação. Sendo o caso, não é uma argumentação espírita, mas um fato. Se o que está escrito não há veracidade, podemos buscar inúmeras outras referência que também não são nossas para basear a crença da comunicação. E lembrando quê, não foram os espíritas que escreveram e nem traduziram as escrituras que hoje conhecemos. Os mesmos que escreveram, são os mesmos que contestam a comunicação com os “mortos”. Além, de sermos por eles nos seus cultos e programas de TV chamados de “Macumbeiros” e adoradores do diabo.
    * Não é correto fazer uma ligação entre o que chamam de “Kardecistas” com os sectários das seitas Afro. A segunda, historicamente precisou de sincretizar com a igreja católica para poder manter viva sua cultura, sendo esta perseguidora centenária de tudo que não é seguido pela Santa Sé. As Seitas Afro, apesar de ter muitos pontos que se assemelham ao espiritismo Exaustivamente pesquisado por Kardec, não existe ligação no que diz respeito a ser uma outra parte do Espiritismo. Para ser espírita ter que se instruir insensantimente, porque sabemos que entre os mandamentos de Deus que é a verdade, não poderia existir nenhuma relação do homem para com o criador se não se instruisse incansavelmente. Apesar da crença referida ter uma história e todo um conteúdo e nosso respeito, não poderia ser relacionado com o que chamam na matéria de Kardecismo.

  3. silvio disse:

    A paz do Senhor Jesus seja convosco ! Há um livro cuja existência total é de +/- 3500(três mil e quinhentos anos)muito mais do que apenas 150 anos, cujo qual ,dentre milhares de revelações revelou-nos que a terra era redonda(circular) .Hoje isso para nós é uma informação primária más levamos +/- 3000(três mil) anos para confirmarmos.Revelou-nos também uma professia durante +/-
    1500(mil e quinhentos) anos que viria a esse planeta o Senhor Jesus em carne e osso (como nós)
    que “confirmou-se” a +/- 2000 (dois mil) anos atrás e Este após transmitirnos ensinamentos de
    Deus ditou a “última” professia deste livro ,que está para acontecer assim como a primeira aconteceu .Deus também ordenou-nos:Este é o meu filho amado em quem me comprazo “a ele ouví”.
    Não tenham medo leiam este livro e divulguem e principalmente :A Jesus Cristo ouçamos todos e a mais ninguém!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. Anuar Jorge Miziara Filho disse:

    Meu querido Silvio.
    Caso voce queira ter a sua fé raciocinada, faça como eu.Instrua bastante, antes de sair falando coisas que não sabe e sem conseguir chegar a uma conclusão. Voce esquece que o Apóstolo Paulo aos ICoríntios E´le pede aos primeiros cristãos que “estude tudo e retenha o que for bom”. Faça como eu fiz!! Escutei “Saulo de Tarso”, e hoje posso dizer o que estou dizendo. Não esqueça: Instrua.
    Beijos do Amigo.
    Anuar.

  5. francisco sales filho disse:

    Jesus,o homem da metáfora, o ser que entre nós viveu há mais de dois mil anos,e que ainda faz tremer multidões.Igrejas de cunho materialista,igrejas de objetivo político, igreja demoniada, como aquela em que uma espada é colada na mão de Deus,e outra na mão do Diabo,criando o espetáculo entre o dirigente que diz: sangue de jesus tem poder, mas ao memo tempo usa o nome do diabo para justificar a lide.De qualquer maneira, o nosso Jesus continua vivo e poderoso.Ser espírita não é ser ostentador de poder e nem da verdade pura, mas sim, estudioso de nossas existencias na terra.Ela, como morada de expiração deve ser analisada sob o oonto de vista moral, e educativa. Na verdade não sabemos se o espírita ou outro seguimento está correto, e no entanto, devemos pelo menos: caminhar para o bem de todos nessa terra de Deus. paz em jesus.

  6. Ao Senhor Jesus ouçamos e a mais ninguém e que o “Espirito Santo de DEUS” lhes de o entendimento (o unico que pode convencer e revelar a verdade)está ao alcance de todos mas precisa ser buscado de todo coraçao.

    A propósito, Saulo de tarso também escreveu: Não desprezeis as profecias,examinai tudo.Retende o bem,abstende-vos de toda a aparencia do mal.
    Um pouco antes escreveu tambem: Tende cuidado,para que ninguém vos faça presa sua,por meio de filosofias e vãs substilesas,segundo a tradição dos homens,segundo os rudimentos do mundo, e não segundo “CRISTO” .
    Não tenham medo leiam todo esse livro, pois além de ter a verdade, bate varios recordes como:
    O livro mais vendido,olivro mais lido,o livro sobre o qual se escreve mais livros, o primeiro
    livro impresso,etc
    E sobre Jesus Cristo há um historiador não cristão que viveu na época de Cristo que escreveu
    sobre Ele , chamado Flavio josefo.Paz em Jesus.

  7. Laisa Carla disse:

    Não entendo muito de Espiritismo. Sou católica praticante e tive curiosidade de ler sobre isso. Sei e acredito em vida após a morte. Tive em minha vida várias experiências relacionadas a esse fato.
    Sou uma católica diferente, pois acredito que entender o outro e mesmo assim amá-lo, é o que Jesus quer de nós.
    Aprecio o que fazem para auxiliar os espíritos que procuram auxílio e rezo a Deus para auxiliá-los sempre, fazendo-os cada vez mais perfeitos.
    Um abraço!

  8. André Afonso disse:

    Não existem “adeptos mais ortodoxos” no Esapiritismo, como não existe “espiritismo kardecista”. O termo é cunhado a 17 de Abril de 1857, com a publicação de O Livro dos Espíritos. Espiritismo é essa doutrina cristã, constante dessa obra e das resntes, reveladas pelos Espíritos e compiladas e comentadas por Allan Kardec.
    No Brasil fala-se em “espiritismo Kardecista” porque durante a ditadura os cultos afro-brasileiros só eram autorizados se tivessem os seus terreiros registdos coma designação de “centro espírita”.
    Aqui em Portugal o Espiritismo esteve proibido durante a ditadura de Salazar. No Brasil a perseguição religiosa foi bem mais branda, e por isso a filosofia espírita ganhou aí grande envergadura.
    Um abraço ao autor do blogue e a todos os leitores, independentemente das suas crenças. O respeito mútuo deve ser cultivado por todas as religiões e filosofias, sob pena de cairmos no fanatismo.

  9. gilberto disse:

    bom.pelo que eu intendo, pouco mas plovavel,
    voces concorda comigo.a escritura sagrada foi traduzida com a bençao de DEUS”..serto.
    Ai surgiu a biblia, o livro de DEU!,,,aquele que devemos seguir..
    SABEMOS QUE EXISTEM UM CEU E UM INFERNO..SERTO..
    VIVEMOS NO LIVRE ARBITRIO..O SER HUMANO TEM PREFERENCIA DE ESCOLHA….O VAI PRO CEU OU INFERNO..a verdade é curta mais dura é ..
    Ao logo dos tempos veio o filho de DEUS” nosso salvador..nos deixou ensinamentos..para a salvaçao,,não é dificil ser salvo..o problema é seguir as luxurias do mundo e seguir jesus..
    OUsegue jesus ou nada..
    VOLTANDO OQUE ESTAVA DIZENDO..JESUS MORREU POR NOS..
    RESSUCITOU HOJE VIVE NO CEU…LOGO ELE CHEGARA,,ELE DISSE …
    agora pergunto..temos a bilbia nosso guia pra salvaçao..
    quem a criou..nada mais e nada menos que o DEUS” DA GLORIA..O ALFA O OMEGA..O NICO..

    SABEMOS O CAMINHO SERTO..ACEITAR JESUS COMO O UNICO SAVADOR..
    jesus disse ninguem chegara au pai se não por mim,,jesus é a nossa ponte..atraves dele DEUS” tera misericordia de nos ..DEUS” condena o pecado .mas ama o pecador…
    poriço temos jesus para levarmos junto a DEUS”,,

    NAO É DIFICIL DE ENTENDER..A VERDADE É UMA SÓ,,ASEITAR JESUS..

    BOM O QUE EU ACHO
    AU LONGO DOS TEMPOS ANDA SURGINDO MUITAS RELIGIAO
    BUDA,OS JEOVA,,O PROPRIO ESPIRITISMO..ETC
    TANTAS OTRAS COISAS
    AS PESSOAS FALAM..QUE FAZ BEM..QUE ENCONTRA PAZ ETC..
    POXA! POR QUE NAO BUSQUEM A BIBLIA…
    É tao simlpes so existem um DEUS ” verdadeiro e seu filho JESUS..
    as leis esta na bilbia é so ler…ler o necessario..pede conhecimento pra DEUS ..ele da..
    busque JESUS..ELE NOS GUIARA.. É ISSO NÃO TEM OUTRAS COISAS
    O..RESTO É O HOMEM QUE INVENTA..E BASEIA COM CIENCIA..
    O SELEBRO DO HOMEM E SUAS IDEIA ABSURDA..PARA ..DEUS” ,,FEDE ESTERCO…
    ENTAO ACREDITE EM DEUS…BUSQUE JESUS ELE NOS GUIARA ATE A DEUS…

    O RESTO É PAPO FURADO..CIENCIA DO HOMEM..
    INVENTO DO HOMEM..RELIGIAO DO HOMEM

    SO EXISTE UM CAMINHO A SER SALVO..A BILBIA DIZ E RELATA…
    ACEITA JESUS COMO SEU SALVADOR…ELE NOS LEVARA A DEUS…

    NAO É UMA CRITICA FALO A VERDADE..QUEM CONTESTAR ..CONVERSE COM DEUS..ELE QUE ESCREVEU A BIBLIA…..E EU SIGO…..

    ..

  10. ANUAR JORGE MIZIARA FILHO disse:

    MEU IRMÃO GILBERTO!! PELO AMOR DE DEUS? TENHA COMPAIXÃO DE NÓS OUTROS QUE FREQUENTAM ESTE BLOG? RESPEITE O DONO DELE E A NOSSA PACIÊNCIA?
    AMIGO. LEIA DE TUDO. ESTUDE MUITO. VEJA O QUE VOCE FEZ COM O “PORTUGUÊS”?
    VOCE ASSASSINOU ELE. INSTRUA BASTANTE PARA SABER O QUE ESTÁ LENDO PARA QUE VOCE NÃO CAIA NA TENTAÇÃO DO FANATISMO EXPRESSADO ACIMA. SEGUE MEU E´MAIL PARA SERMOS BONS AMIGOS E TROCARMOS EXPERIENCIAS.
    ABRAÇOS.

  11. Cláudia( Cacau) disse:

    Oi!!!!

    Adorei o blog!!!
    Sou espírita graças a Deus, o que tenho pra dizer a todos os críticos que o cristo nos pediu simplesmente que: ” Amai-vos uns aos outros,como eu vos amei.”
    Bjos!!!!

  12. Maristela disse:

    Olá todos, eu queria saber mais sobre espiritismo, tenho escutado o livro dos espírito em audio que encontrei no site, achei muito interessante, mas ainda fico tão confusa, só sei de uma coisa, é a única religião ou doutrina que não julgam outras religiões, tem grande comprensão!!
    Aos seguidores de outras religiões, tambem acho que vcs deviam respeitar e compreender , acho que tudo que é bom faz parte de Deus, e até hoje quem mais tirou minhas duvidas foi espiritismo, a ciência me confunde pois tambem tem muitas coisas que faz sentido, por isso queria realmente ter certeza do que é real, alguem poderia me ajudar?
    OBRIGADA

  13. Estou numa manhã,renasci do ontem e procuro o hoje,para boas condutas humanistas; palavras férteis, Jesus está comigo,creio em te,espero nos seus exemplos de perdoar,praticando caridade, e caminhando a cada minuto,para o meu além:um dia a mais é um dia a menos no meu aprendizado, amor em Jesus.

  14. danilo ferreira amorim disse:

    allan kardec diz ser um poeta celta no passado;se ele era um poeta na outra vida, por que ? ele nao fez uma poesia se quer. e por quer? oa faraois nao veio dizer onde estar os seus tesouros.

  15. Anuar Jorge Miziara Filho disse:

    AOS NOVOS INQUISIDORES OU INQUISIDORES DA NOVA ERA.
    No Evangelho Segundo o Espiritismo, Vocês encontrarão escrito:
    “Não violenteis a nenhuma consciência. Não forçais aos outros que creem na sua crença. Acolhei aqueles que Vos buscam e perdoem os que Vos condenam. Lembrai das palavras do Cristo, quando diz:
    “Outrora o céu era tomado pela força. Hoje é pela brandura”.
    Sou Espírita. A constituição do meu País respeita a minha crença. Mas, os meus irmãos que deveriam me respeitar, não me respeitam.
    Em 2004, fui agredido no meio da rua, dentro do meu carro, quase fui linchado por adeptos da IURD. Porque nele um adesivo dizia:
    “Nascer, viver e morrer. E renascer, para continuar progredindo. Essa é a lei”.

  16. Bom dia caros irmãos.Todo e qualquer adpto religioso é um espírita em pontencial,pois prega o amanhã de nossas existências,isto é, o hoje vida terrestre e o amanhã vida celestial;Há outra interpletação,eis uma pergunta,Jesus apareceu aos apóstolos depois de sua morte,assustou uns e provocou curiosidade noutro.Tomé quis tocar-lhe nas chagas,para acreditar,Pedro o negou,até convenser-se do erro e na casa do caminho entre Jericó e Damasco,arrepender e sair da toca,para divulgar seus ensinamentos com condenação e morte em Roma;Judas Escarioti, o traiu,e também arrependeu-se,portanto , o fenômeno espíritual nada mais que ,revelar as mazelas humanas,como caminhos de nossas evoluções .O que nos conflita são elas por via dos pastores e padres (nem todos) nos interesses de estado político e particulares.Ser espírita,é estar afastado das condenações de nossos irmãos,é praticar caridade aos necessitados,é enfim, praticar o bem sem rancores,práticas ensinadas pelo nosso Jesus que perdoou Maria Madalena.Paz em Jesus

  17. Um leitor desconhecedor do homem evolução,aquele que cresce no saber,no aprimoramento ,no caminho da caridade,e na sabedoria espiritual, feriu o nosso portugues,e manda acreditar na biblia que ao mesmo tempo critica, sem a hermeneutica,embora possa nem saber o que é,precisa voltar para a escola e depois falar nesse site tão importante em nosso caminhar terrestre,inspirado no kardecismo,contudo sem esquecer de seus apóstolos.Cada um em seu papel representativo,na traição de Judas,na negação Pedro,na conversão de Paulo,depois do apedrejamento de Estevão com a visão de Cristo depois de ficar cego do tombo do cavalo entre Jericó e Damasco,pois com esse portugues não vai entender nem mesmo da biblia de sua igreja estatutária.Paz em Jesus.

  18. Publicado por Francisco sales Filho em setembro 20, 2011 às 10:27 am r r

    Seu comentário está aguardando moderação.

    Bom dia caros irmãos.Todo e qualquer adpto religioso é um espírita em pontencial,pois prega o amanhã de nossas existências,isto é, o hoje vida terrestre e o amanhã vida celestial;Há outra interpletação,eis uma pergunta,Jesus apareceu aos apóstolos depois de sua morte,assustou uns e provocou curiosidade noutro.Tomé quis tocar-lhe nas chagas,para acreditar,Pedro o negou,até convenser-se do erro e na casa do caminho entre Jericó e Damasco,arrepender e sair da toca,para divulgar seus ensinamentos com condenação e morte em Roma;Judas Escarioti, o traiu,e também arrependeu-se,portanto , o fenômeno espíritual nada mais que ,revelar as mazelas humanas,como caminhos de nossas evoluções .O que nos conflita são elas por via dos pastores e padres (nem todos) nos interesses de estado político e particulares.Ser espírita,é estar afastado das condenações de nossos irmãos,é praticar caridade aos necessitados,é enfim, praticar o bem sem rancores,práticas ensinadas pelo nosso Jesus que perdoou Maria Madalena.Paz em Jesus

    Republico por ter digitado interpletação e não interpretação corretamente.Gosto do bom portugues.

  19. Um rio separava toda uma comunidade,de um lado faltavam alimentos e sobravam roupas,do outro lado,sobravam alimentos e faltavam roupas, de um lado existiam muitos pedreiros e não existiam carpinteiros,do outro lado sobravam carpinteiros e faltam pedreiros,a ponte continuou impedindo as trocas de profissionais,de um lado sobram muilheres, do outro sobram homens.Eis que apareceu um senhor,pregou a paz, multiplicou o que faltava,praticou o bem,ensinou o caminho da justiça, do amor e da caridade,mas foi pragado na cruz;eis uma homenagem ao nosso querido Jesus.Paz em JESUS.

  20. Um rio separava toda uma comunidade,de um lado faltavam alimentos e sobravam roupas,do outro lado,sobravam alimentos e faltavam roupas, de um lado existiam muitos pedreiros e não existiam carpinteiros,do outro lado sobravam carpinteiros e faltam pedreiros,a ponte continuou impedindo as trocas de profissionais,de um lado sobravam mulheres, do outro sobram homens.Eis que apareceu um senhor,CONSTRUIU UMA PONTE,pregou a paz, multiplicou o que faltava,praticou o bem,ensinou o caminho da justiça, do amor e da caridade,mas foi pragado na cruz;eis uma homenagem ao nosso querido Jesus.Paz em JESUS.

  21. Pedro J. C. Pessoa disse:

    Acreditar ou deixar de acreditar é livre arbítrio, porém como seita religiosa, sei que não vem do proprio Cristo, pois Ele mesmo disse aos Apostolos, quem vê o Pai está me vendo, e que me ver está vendo o Pai. Está questão de Falar em Cristo e pregar uma encarnação para nós Católicos é uma Heresia e das Grandes, passivo de pecado grave, morrendo com Ele certamente vai para o INFERNO. Rever os preceitos é sempre Bom, pois já passei por momentos de Espiritualidade, porém nunca tive duvida da minha convicção de que somos um só Corpo e uma só Alma, que acredita de forma diferente, tem todo direito, porém só DEUS vaí Julgar. Fiquem todos na Paz do N. Senhor Jesus Cristo. Amém.

  22. Então diria aos que não acreditam na reencarnação,se todos forem primeiramente para o céu,naturalmente o criador perguntarem-lhes-ão, que fazestes tantas almas aqui?E todos fariam teriam uma resposta: Estamos ohando para o sr Deus todo poderoso,mas Deus diria: são trilhões de almas diante de mim.fazendo o que? voltem para a escola terra,aprendem o bem e a caridade,numa evolução natural e lógica, a menos que a vida desaparecesse do corpo e espírito.Essa é minha opinião espírita..
    Paz em Jesus

  23. Então diria aos que não acreditam na reencarnação,se todos forem primeiramente para o céu,naturalmente o criador perguntar-lhes-ão, que fazem tantas almas aqui?E todos teriam uma resposta: Estamos ohando para o sr Deus todo poderoso,mas Deus diria: são trilhões de almas diante de mim.fazendo o que? voltem para a escola terra,aprendem o bem e a caridade,numa evolução compreensiva do meu nome .Eis aí a naturalidade e lógica,da razão de vida huma, a menos que a vida desaparecesse do corpo e espírito com a própria morte.Essa é minha opinião espírita..
    Paz em Jesus.
    Desculpem-me erro na cópia do psicografado.
    francisco sales filho

  24. No meio de nossa vida existe os princípios de vanguarda moral.Cada tarraqueo vem com sua sentença, e o planeta terra certamente a escola para o nosso aprimoramento moral..Ai daquele que fugir desses sagrados princípios de livre arbítrio,com a desobediência à ordem natural.Sois vos ,um espetáculo e não duvidais de suas obrigações.l

  25. Jurandirdantas disse:

    Ver Cristo é estar em Cristo;é obedecer severamente a tudo que Êle falou, pois aí está a Luz,a Ressurreição e a Vida, porisso, quem vê Cristo-(quem está em Cristo,obdiente,amando ao proximo) está vendo o Pai porque o Pai é bondade, caridade,amor. Foi o que Cristo ensinou.Ê$le não pede que fiquem a chamá-lo para resolver questões que ele mostrou como resolver;Êle pede que o imitem, tentando sempre cumprir o que nos foi ensinado..Se nós praticarmos os seus ensinamentos,aí o teremos chamado, por estamos com o Cristo em nós.

  26. Daniel disse:

    Boa tarde, caros amigos. Fui criado na religião evangélica, na época que os pastores exerciam seu cargo por amor e não por profissão. Não se digladiavam na TV, não visavam lucro. Não existia pré-determinação de quanto seu templo deveria faturar em moedas. Porém, com o tempo fui questionando tudo o que lá aprendi. Coisas boas e coisas que deveria aceitar sem questionar. Meu pai sempre trabalhou pela causa evangélica, porém, no final de sua vida começou a praticar atos contrários ao ensinado pelo Cristo. Morreu assim e foi para o inferno (sic). Ora, de que valeu todo o trabalho desenvolvido na maior parte de sua vida, se caiu em erro e teve como recompensa o inferno, como me disseram? Insatisfeito com essas respostas e achando erroneamente que Deus é injusto, achei no Espiritismo as respostas. Só a multiplicidade de existências explica isso e também as desigualdades que vemos no dia a dia, quer na parte financeira, quer na parte física. Muitos aleijados, muitos pobres, todos de boa índole. Outros perfeitos fisicamente, outros ricos, outros ruins, que só fazem o mal. Exceções há em todos os exemplos. Havendo uma só existência para cada Espírito, Deus seria injusto por dar tudo a uns e nada a outros. Amigos, aconselho-vos: só podemos criticar com propriedade aquilo que realmente conhecemos. Temos que estudar para saber o que falar. Ouvir de alguém e repetir, até o papagaio faz. Somos responsáveis por nossos pensamentos, por nossas palavras e por nossos atos. Paz a todos.

  27. gostaria de dizer que por questões visuais, erro muito e tento corrigir. paz em jesus.

  28. Anuar disse:

    Daniel. Enorme sabedoria a sua, que que “buscou a verdade e Ela te libertou”. Não somente pela religião que te ajudou a reposicionar seus preceitos. Mas, pela fé raciocinada, que antes Lhe era proibida. Você é o Cristão da nova era. O Cristianismo está cativo em diversas mentes,e precisa ser resgatado. Você é um exemplo, do Cristão que fez sua parte, para que um dia E´le seja libertado de homens que a usurparam.
    …”Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da te erra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.” Mateus 11:25
    Você se fez pequeno, para se tornar grande em amor e entendimento.
    Deus esteja contigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s