ATUAL PANORAMA RELIGIOSO BRASILEIRO

Publicado: fevereiro 10, 2010 em ARTIGOS, CIÊNCIA DA RELIGIÃO

                  

           As manifestações religiosas brasileiras são bem diversificadas. Há desde os cultos mais tradicionais como católicos e evangélicos, até a presença de cultos esotéricos, centros holíticos terapêuticos, cursos de danças tribais e outras correntes para o autoconhecimento. Em meio a uma multiplicidade de crenças, o país é citado como exemplo de tolerância, primeiro pela convivência pacífica, depois pelo crescimento do número de pessoas que freqüenta mais de um culto ao mesmo tempo.

                No Brasil, não são poucos os católicos que participam de cultos de outra religião: são 22,5 por cento do total. A dupla filiação ajuda a explicar as divergências que existem entre o número de fiéis fornecidos pelas igrejas e instituições religiosas e o do IBGE.

               Um exemplo de dupla filiação é a que envolve católicos e espíritas. De acordo com a Federação Espírita do Brasil, a quantidade de adeptos passa de 20 milhões quando são contabilizados os católicos que freqüentam os cultos espíritas e as pessoas que vão esporadicamente aos centros. Em 2000, o IBGE aponta 1,6 milhão de espíritas. Outro motivo do conflito entre os números do censo e os das instituições religiosas é o fato de muitas igrejas adulterarem seu número de filiados, já que tais informações dificilmente poderiam ser conferidas.

 

               Resultados preliminares de amostra do Censo Demográfico 2000, do IBGE, revelam, no entanto, que as mudanças não alteram o perfil religioso do país. Pelo menos em termos oficiais, o Brasil continua sendo a maior nação católica do planeta, com 124,9 milhões de fiéis, que representam 73,8 por cento da população. No período de nove anos, o declínio de 11,9 por cento na proporção de católicos ocorre ao mesmo tempo em que se verifica o crescimento de 71,1 por cento na proporção de evangélicos.

              Apesar desse crescimento, impulsionado principalmente pelos cultos eletrônicos em rádio e TV promovidos pelas igrejas pentecostais e neopentecostais, estudiosos prevêem que no futuro o país não será protestante, e sim cada vez mais diversificado. Para se ter uma idéia, acompanhando o crescimento populacional nos grandes centros urbanos, aumentou o número de pessoas que duvidam ou negam a existência de Deus. No censo de 2000, 12,3 milhões de brasileiros, 7,3 por cento, declaram-se agnósticos ou ateus.

Anúncios
comentários
  1. Boa tarde!
    Eu estava pesquisando sobre o BATISMO NO ESPÍRITO SANTO e vi o seu comentário a respeito. Eu tenho dúvidas sobre a necessidade de falar ou não em línguas ser um requisito.
    O que o Senhor me diz sobre Atos 2? Não é prova que uma coisa está ligada à outra?

    Grata,

    Ivonete

  2. joaobosco disse:

    Não sei a que requisito a Sra. se refere. Se for a necessidade de falar linguas para ser Diácono, presbitero em uma Igreja pentecostal??? Isso é adotado pela maioria das igrejas pentecostais, portanto normas que devem ser cumpridas para quem deseja seguir tal denominação. Porém quando voec afirma que uma coisa está ligada a outra e Atos dos Apostolos é suficiente para explicar isso…
    Bem: Eu não penso assim… E certamente as coisas não são assim..pois na teologia (que não é ocaso deste blog) existe a hermenêutica que não interpreta esse texto desta maneira…por mais que se queira não dá..aliás..só forçando a compreensão do texto.
    Obrigado pela visita.

  3. joaobosco disse:

    NA SEMANA DE LANÇAMENTO DO LIVRO DE MINHA AUTORIA A QUE A SRA. “OCULTA” SE REFERE….FORAM VENDIDOS 445 LIVROS….( Não foram só os amigos que compraram). Anchieta Fernandes (CRÍTICO LITERÀRIO) escreveu a respeito do livro…(ele sabe exatamente o que é escrever, enviar para uma gráfica, depois de passar por todas as etapas de uma edição: Correções, avaliação, etc,etc…).
    O que houve com a Sra……Algum ressentimento comigo sobre o que escreví..ou é algo que não conheço? Não se faz críticas com grosserias..quem fala ou escreve deve estar preparado para coisas como a que a senhora escreveu…só não pensava que fosse tão grosseira…é iso aí!

  4. lisandra disse:

    todosdos nos vamos a icreja para amar a deus nãopara ser religioso

  5. José Luz disse:

    Não vejo sob uma perspectiva de discussão o que está escrito em atos 2. Que fala sobre a descida do Espírito Santo. Mas vale lembrar que que Jesus em atos Cap. 1 Vers. 8 Diz: “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo (…)”. Logo vemos que o “vento impetuoso” que soprou sobre os que aguardavam em Jerusalém acrescentou poder aos que ali esperavam. Outro ponto a ser apreciado é que estes cristãos falavam a língua de “partos”, “medos”, “elamitas”, “naturais da Mesopotâmia”, “judéia”, “Capadócia”, “Ponto” e ” Ásia”, ” Frígia”, Pantília”, ” Egito”, “Líbia”, “Cirene” e “Roma”. E os que falavam eram Galileus. E hoje? o que vemos como “língua estranha”?.
    No Pentecostes, o Milagre de “outras línguas” revela a capacitação de entenderem em sua própria língua, os visitantes da Judéia e até mesmo aqueles Judeus que já não sabiam mais o hebraico ou aramaico, a compreender a mensagem do evangelho. tanto que após o “discurso de Pedro”, se converteram quase mil pessoas como relata At. 2. 14-41.

    Que vos Abençoe

  6. José Luz disse:

    Vou corrigir alguns erros do que acabei de postar:
    São quase três mil pessoas e não “quase mil pessoas”.

    Que Deus vos abençoe e não Que vos abençoe.

  7. anonimo disse:

    olá… qual o panorama cristão?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s