ENSINO RELIGIOSO

Publicado: março 16, 2010 em CIÊNCIA DA RELIGIÃO, RELIGIÃO, SIMBOLOS RELIGIOSOS

O Ensino Religioso, disciplina escolar, desenvolve-se como uma área de conhecimento que recobre uma das manifestações mais antigas, diversificadas e ricas dos seres e dos grupos humanos: o fenômeno religioso. Tal é sua diversidade, porém, que uma das grandes tentações do professor de Ensino Religioso seria pretender classificar todas as expressões religiosas num determinado gênero, as religiões, por exemplo. E, ainda, considerar que sua disciplina, como outros setores das ciências humanas, deve-se ocupar unicamente do que é comum a todas as religiões, deixando de lado o específico de cada religião, para não correr o risco de proselitismo. Em termos técnicos, desde que no século 19 tomou-se consciência da diversidade religiosa, que viu nascer o estudo comparativo das religiões, a expressão fenômeno religioso passou a ter um valor transcendental ou analógico, designando formas substancialmente diversa do ser humano responder por ritos e mitos, ao anseio de transcendência inscrito no fundo de si mesmo. A opção de falar das religiões como se fosse um gênero, buscando o que seria comum a todas elas, além de pouco científica, desconhece a realidade dos fatos. Pouco científica porque hoje, mais do que nunca, valoriza-se a ciência capaz de captar a diversidade existente no seu campo de observação e de estudo. Desconhece a realidade dos fatos porque, como demonstram inúmeros exemplos práticos, operaria um verdadeiro nivelamento por baixo, levantando a suspeita de que o Ensino Religioso tende a esvaziar cada uma das religiões no que tem de próprio e de específico, era favor de uma religiosidade genérica e de uma espiritualidade politicamente correta talvez, mas superficial e desconhecedora do vigor da fé. Não se pode negar que a fé, quando autêntica, está na gênese de todos os ritos, dos mitos, das práticas e das instituições religiosas, pois é ela que sustenta a vida, muito mais do que uma simples religiosidade genérica. É a fé que anima a atividade dos verdadeiros religiosos, a começar pelos que estão dispostos a dar a vida pelo que acreditam, sem que possam ser acusados de fanatismo, como os mártires, encontrados em todas as tradições religiosas, das origens cristãs ao holocausto, sem menosprezar a qualidade moral e espiritual de suas muitas manifestações freqüentem ente classificadas de fanatismo.

Anúncios
comentários
  1. patricia rocha disse:

    olá Bosco. sou Patricia formada no curso Ciênciasd a Religião. Antes de mais nada seu blog está belíssimo!!!! posso essa imagem em um trabalho meu?

  2. joaobosco disse:

    Claro que sim…vamos trocar idéia no MSN — joaoboscoweb@hotmail.com

  3. Sueli disse:

    Ola, gostaria muito que me ajudasse a enriquecer minhas aulas de ensino religioso para o ensino medio, me indicando livros em que retrata todas as simbologias com seus respectivos significados de todas as religioes e filosofias para que possamos conhece-los debate-los e respeita-los tendo em conta o respeito pelas crencas e opcao de cada ser humano.
    Grata
    Sueli

  4. ana maria montelo disse:

    oi seus ghgsxhjkhfjkn

  5. Como se chama e de qual religão é o simbolo que fica no canto inferior direito ?

  6. Jânio disse:

    Graça e paz Bosco, tu és um canal de Deus nessa área do conhecimento que é o Ens. Rel. Tenho usado o seu material. 1 abraço fraterno, Janílson Gomes (Pr. Jânio)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s