A MENSAGEM QUE A IGREJA EVANGELICA ESTÁ PREGANDO, NÃO E A MENSAGEM QUE EU PRECISO.

Publicado: janeiro 31, 2021 em IMAGENS

A MENSAGEM DESSE VIDEO, REPRESENTA UMA TENTATIVA PARA RESPONDER A ALGUMAS QUESTÕES.

1 – Qual a mensagem que, do ponto de vista bíblico, é, e sempre será necessária?

2 – Qual o problema principal da mensagem que estamos ouvindo?

3 – Será que podemos reduzir a mensagem e transformá-la em um mero instrumento que defende os pontos de vista particulares ou interesses de um grupo religioso?

No Antigo testamento os profetas não eram amados. Não por causa de seu comportamento, mas sim por causa de sua mensagens.

            Desde o século 9 a.C., com a chamada Profecia Pré-clássica, a atividade profética foi sempre um grande desafio. Neste período, profetas como Elias e Elizeu tiveram que pagar um preço altíssimo pela missão nada compreendida. Era tempo de indiferença e apostasia no Reino do Norte, e combater a descrença e a idolatria reinantes fomentadas por líderes maus, como Acabe, Jezabel e outros, era uma tarefa quase impossível de se fazer.

O verdadeiro profeta não pode se calar frente ao indiferentismo uma vez que ele é o portador da Palavra e fala em nome de Deus. Querendo ou não, recusando ou aceitando, o profeta fala. Fala apelando para o coração, com otimismo, esperando que haja uma mudança, uma volta para Deus.

            Nem sempre a vontade de Deus é aquilo que no esperamos.

            A mensagem que nos necessitamos, é uma mensagem integral,que nos alcance por completo, não apenas na esfera temporal. Uma mensagem de conversão.

Nós precisamos nos converter dia-a-dia. O Evangelho exige que nós nos arrependamos todos o dias.

            A mensagem que Jesus nos ensinou a pregar NAO foi uma mensagem de evangelho triunfalista, hedonista e do aqui agora. Isso é pecado, é erro grave. Transformar a mensagem do Evangelho em horóscopo para dar respostas para alguns.

 “O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios” (1Tm 4.1). O tempo é hoje, e o apelo do apóstolo para nós é este: “Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina. Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos” (2Tm 4.2-3). Ou seja, o que se quer ouvir é a mesma ilusão dos tempos do profeta Isaías. Paulo parecia conhecer bem este fato: “Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos” (v.4). É a triste realidade desse tempo!

            O SILENCIO DIANTE DO MAL É O PROPRIO MAL.

                   Dietrich Bounrroufer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s