Arquivo da categoria ‘CIÊNCIA DA RELIGIÃO’

O que é deus?

Alguma vez na vida você já se perguntou sobre deus? Eu já me questionei inúmeras vezes e também já conversei com amigos, alunos e professores sobre o assunto. E convenhamos, são questões que fazem a gente suspirar e até hesitar em responder. Não possuímos um conceito concreto do que é deus e às vezes pode ser complicado verbalizar seu significado.Para mim, a vida não é um acaso da natureza. Não creio que estamos aqui à toa, vivendo dramas humanos flutuando à deriva em um universo caótico desprovido de sentido. Há um propósito superior.Quando conseguimos perceber a perfeição das coisas, como a natureza é caprichosa em suas criações e como a complexidade da vida é algo intrigante, muitas vezes buscamos aconchego nos estudos espirituais e passamos a ter vários questionamentos metafísicos. De onde viemos, para onde vamos? Qual o porquê da existência? O que é deus?Deus é uma palavra que simboliza a força cósmica que está muito além da compreensão humana. Onipresente, onisciente e onipotente, deus é indefinível e assume diferentes formatos de acordo com a interpretação de cada um, ou seja, é também subjetivo. Deus é interpretado, vivenciado e experienciado de diferentes maneiras.

Sobre questões religiosas aqui no Brasil, está acontecendo algo que nunca foi registrado nas escolas de Hermeutica e na história do cristianismo em qualquer época do movimento católico e evangélico.

            Isso acontece na maneira de interpretar as Escrituras Sagradas e de comportamento frente a ética e o ethos religioso.

           Voce que é cristão e você que não é: Se desarme de seus pressupostos políticos e religiosos (Tente pelo menos) e vamos pensar:

              A igreja evangélica brasileira, através do pentecostalismo e seus lideres mais influentes, sempre estiverem ligados aos governos que passaram pelo Brasil. Dos mais irresponsáveis, aos mais tiranos. Daqueles que tentavam ser honestos e pessoas do governo que hoje estão presas por roubo mesmo. Mas a igreja e esses lideres estavam lá, defendendo-os. Temos o ápice agora da bestialidade:

           Em 31 de outubro de 2020, a igreja protestante mundial completará 503 anos de reforma protestante que aconteceu no século XVI. O que temos para comemorar? Retrocesso?

             Fala-se e interpreta-se o impensável tantas vezes comentado aqui nesse canal. Na reforma protestante do século XVI, O movimento evangélico que priorizava o retorno as Escrituras e a reforma sempre reformando, volta a era das trevas na idade media profunda….

             A proposta desse movimento sempre foi a de levar e apresentar uma mensagem de paz, de ternura, de justiça, de amor e de transformação para aqueles que aceitarem ou não essa mensagem. Mas ela foi esquecida, está sendo esquecida em algumas partes do pais.

             Como posso negar esses principios? Como posso me vender por uma falsa moralidade, que na verdade não existe, ela é criada, imposta a alguns fieis, mas não e cumprida muitas vezes por seus lideres.

             Essa demonstração de legalismo e falsa moral está escrita, mas também filmada e toda a sociedade pode ver o comportamento de alguns cristãos através da internet e tv.

             Como por exemplo um negacionismo histórico religioso dos pilares da reforma protestante que estão presentes em meu discurso:

              Como eu posso:

            1 –  eu seguir um homem que deseja a morte de uma multidão quando afirma que o governo no passado deveria ter matado muito mais.

             2 – Eu posso Subir a um púlpito e fazer uma arma com as mãos demonstrando meu apreço pela violência?

             3 – Eu seguir um homem que diz que iria exterminar um determinado grupo discordante de pensamentos e comportamento (como se Jesus não tivesse vivido e ensinado como se deveria viver com tais pessoas)

             4 – Eu seguir um homem que nega a ciência médica: Que prejudica a saúde de milhares de pessoas (isso está claro) No inicio daquilo que estamos vivendo:

                         1 – Negou a necessidade de uso de mascaras

                         2 – Prescreveu medicamentos sem comprovação cientifica (ele mesmo não tomou quando ficou doente

                          3 – Afirmou que não havia doença e sim uma gripe

                          4 – Falou sobre suas praticas de sexo com animais

                           5 – Falou sobre o que costumava fazer no apartamento em Brasilia.

                           6 – Tudo isso está comprovado através de videos onde ele mesmo falou (sem cortes)

              5 – Os lideres religiosos mais influentes do pais negam a história, negam as descobertas da ciência, são preconceituosos  e não demonstram amor pelo próximo.

              E me parece (graças a Deus) só parece que toda a igreja foi anestesiada e parte dela NEGOU OS ENSINAMENTOS DAS ESCRITURAS, quando aceitou esse comportamento insano por causa de uma falsa moralidade desse mesmo lider, quando  reproduz uma frase de guerra, mais especificamente da segunda guerra do exercito mais tirano do mundo na Alemanha de Hitler: Alemanha acima de tudo, Deus acima de todos.

            Já explicamos aqui sobre os movimentos dentro do movimento evangélico. Quando falo de movimento religioso, o senso comum pode chamar de religião. Mas vamos lá:

            Dentro do movimento pentecostal, existe mais duas categorias de crenças que determinam como o fiel deve se comportar e crer dentro e fora dos templos, e isso categoriza muito bem sua postura religiosa (principalmente) e também social.

            Vou repetir aqui. São eles: Os pentecostais históricos, os neo-pentecostais e os pós-pentecostais. Enquanto os neo-pentecostais mesmo com a teologia da saúde e da properidade em sua pratica pedagógica, eles trouxeram para o pentecostalismo creio que uma alegria, uma religiosidade contagiante, inclusive através da musica e danças que não estavam presentes no movimento pentecostal histórico, além da necessidade de preparo dos candidatos a pastores em seminários.

            Mas o pós-pentecostalismo iniciado nos anos setenta principalmente com a fundação da igreja universal do reino de Deus, traz a ênfase em seus cultos e teologia a expulsão dos demônios e a questão de viver um céu aqui na terra e agora, junto ao neo-pentecostalismo influenciando o pentecostalismo histórico: O negacionismo.

Falaremos sobre a origem da morte na cultura Maori.

           Sobre essa cultura: Māori são, os povos indígenas da New Zealand. Eles surgiram há mais de 2 a 3 mil anos atrás antes de Cristo apartir da p´r-história na nova Zelandia.

           Hoje, um em cada sete neozelandeses se identifica como Māori. Sua história, língua e tradições são fundamentais para a identidade da Nova Zelândia. 

            Alguns famosos que conhecemos através da telona e telinha são Maori, como:  Jason Mamoa o AQUAMAN, Mark Hunt O lutador peso pesado de MMA do UFC entre outros.

            Então, vamos conhecer um pouco sobre a questão de vida e morte dos Maori, sem demonizar aquilo que não conhecemos ou porque não estamos acostumados a ver.

            A pergunta que fazemos é; PORQUE MORREMOS? Os maoris respondem nessa primeira serie de questões nas religiões de vida e morte.

O senso comum acredita que quando se fala em mito trata-se de uma mentira. No sentido da religião não se pode conceber assim. O mito não é uma mentira.

Um mito é um relato em forma de narrativa com caráter explicativo ou simbólico, profundamente relacionado com uma dada cultura e/ou religião.

A função do mito seria tranquilizar o homem de seus medos. Quando tentava explicar aquilo que não teria UMA  resposta, dai ele cria essas respostas através dos mitos que passam a fazer parte daquela cultura.

TIPOS DE MITOS

  • Cosmogonicos: Mitos de origem e destruição.
  • Soteriológicos: salvadores e heróis
  • Mitos escatológicos: de tempo e eternidade.
  • Mitos de vida e morte: de renascimento e renovação.
  • Mitos do devir: de providência e destino

A questão  de porque os seres humanos desenvolveram a ideia de um mundo além do mundo visível em que vivemos é complexa. Como já relatamos, a compreensão do que é o mito e sua função. O homem querendo dar explicações ao mundo a sua volta, especialmente aos perigos, infortúnios e satisfação das necessidades básicas, os indivíduos das primeiras sociedades procuraram explicações num plano invisível para eles, mas que exercia influencia em sua vidas.

            A idéia de um mundo espiritual também está associada a noções de sono e morte, a consciência comparáveis ao dia e a noite, entre sono e a vigília, vida e morte.

            Assim é fácil entender porque os primeiros habitantes compreendiam assim o mundo ao seu redor. Onde existia um mundo visível, palpável que não era o único, havia um outro mundo….um mundo sobrenatural.

            Vamos estudar um pouco dessa maneira de enxergar o mundo temporal e o mundo espiritual visto por uma das culturas mais antigas do mundo, OS XAM SAN,  eram várias etnias de caçadores-coletores da Africa austral. Em 44.000 anos antes de Cristo.

RESPONDA A ATIVIDADE APÓS ASSISTIR O VIDEO

– MARQUE COM UM “ x “ A ALTERNATIVA CORRETA
A- PORQUE NEM TODAS AS PESSOAS PODEM SER PROFESSORES DE ENSINO
RELIGIOSO?
( ) Porque é necessário uma formação especifica
( ) Porque é necessário formação acadêmica laica para ser professor
( ) Porque é necessário que não haja catequese em sala de aula
( ) Todas as respostas estão corretas
B – PORQUE O MODELO DE ENSINO RELIGIOSO NÃO ERA ADEQUADO PARA
AS ESCOLAS?
( ) Por que a proposta era catequisar os alunos, cristianizar
( ) Porque o professor não conhecia de religião
( ) Porque o professor não falava de religião alguma
( ) Porque o professor não era teólogo
C– PORQUE O MODELO TEÓLOGICO NÃO ERA ADEQUADO PARA AS
ESCOLAS?
( ) Novamente havia o perigo de se estar catequisando os alunos
( ) – Porque falava em todas as religiões
( ) – Porque não havia orações
( ) – Porque o professor era laico
C– PORQUE O MODELO DAS CIENCIAS DA RELIGIÃO É O MAIS ADEQUADO
PARA AS ESCOLAS?
( )
Porque a proposta pedagógica é do Governo
( ) – É a mais facil
( ) – Por que a gora se fala apenas de uma religião
( ) – Porque o professor é religioso

2 – RESPONDA
A . O que se entende por “Estado Laico”?
B . O que se entende por “Catequese”?
C) Escreva o nome dos 3 conteúdos do Ensino religioso (o que o professor deve
ensinar em sala de aula?)
1.
2.
3.